sexta-feira, 16 de abril de 2010

Sintomas de diabetes

O que é diabetes?

Existem dois tipos de diabetes, sendo que a mais grave é a que afeta crianças e adolescentes, tornando-os insulino-dependentes. Nesse tipo de diabetes o pâncreas deixa de fabricar a insulina ou fabrica em quantidade bem abaixo do necessário e de maneira irregular.

Trata-se de doença auto-imune, por algum motivo os anticorpos "confundem" as células beta do pâncreas (produtoras de insulina) com alguma bactéria e as destroem. Isso normalmente acontece após uma infecção grave, que no caso de minha filha foi hepatite.

Quais são os simtomas?

Aos 8 anos minha filha começou a apresentar o seguinte quadro de sintomas:

- dormia mais de 8 horas por dia. Ao chegar da escola, dizia estar tremendamente cansada, almoçava e dormia a tarde toda. Acordava após 4 ou 5 horas, jantava e às 9 da noite já estava dormindo profundamente de novo.

- tinha uma fome de leão, toda hora estava comendo alguma coisa e comia grandes quantidades, fazia uma cara que dava até medo, só faltava avançar na comida.

- perdeu muito peso e rapidamente, em pouco mais de uma semana passou de 28 para 23 quilos. Os sinais de emagrecimento eram evidentes, as costelas apareciam e ela tinha profundas olheiras.

- sede extrema - ela não bebia um copo de água de cada vez, bebia 2 ou 3. Bebia tanta água e comia tanto que na véspera de levá-la ao médico (alarmada com os sintomas) ela tomou 3 copos grandes de vitamina de abacate após o lauto almoço.

- hálito "doce" - o cheiro do hálito dela mudou consideravelmente e era bem "agradável", mas juntando-se aos outros sintomas, esse era inquietante.

- queda de cabelo - o cabelo dela caía tanto que eu encontrava verdadeiros "tufos" todos os dias em seu travesseiro. Parecia que ela estava se "desmanchando".

Alertas

Assim que os sintomas aparecem de forma tão evidente, é necessário ir ao médico urgentemente. No caso da Adeline, entre o aparecimento dos sintomas e a ida ao médico passaram-se uns 10 dias e ela já chegou ao médico em estado pré-comatoso. Em alguns casos o paciente só é encaminhado ao médico ou hospital quando entra em coma, quadro mais difícil de reverter.

Cuidados

Não se pode perder tempo com lamentações e mesmo se tratando de crianças, devem ser orientadas a seguir a dieta rigorosamente, não se pode deixar "só um pouquinho". Entenda que dessa dieta e da aplicação diária de insulina depende não só a vida da criança como também a qualidade de vida no futuro, porque a diabetes deixa sequelas graves (cegueira, amputação de membros, deterioração dos rins, etc.) caso não sejam seguidos os conselhos médicos.

Há cura para o diabetes?

Existem experiências e pesquisas nesse sentido e já há casos de cura (não se sabe se cura total) em alguns tipos de tratamento, como a implantação de células-tronco. Também há medidas paliativas, como a implantação de um reservatório de insulina debaixo da pele, que a libera na medida das necessidades da pessoa, libertando-a das injeções e controle diários do nível de glicose no sangue, mas por enquanto é cara e de resultados não garantidos, depende da adaptação do paciente. Seu custo também é muito elevado (cerca de 10 mil reais).

Vida saudável para o diabético

Apesar de ser uma doença grave e (pelo menos por enquanto, na maioria dos casos) incurável, o diabético pode ter uma vida totalmente normal e se houver um controle rigoroso, sem sequelas e até sendo mais saudável que a maioria das pessoas não-diabéticas, já que está sempre vigilante, equilibrando dieta salutar e exercícios físicos moderados.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

Um comentário:

  1. Descobri uma batata que se chama yacon, vende nos hoti fruti...pesquisem, ....

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar e volte sempre!

Se gostou do blog, recomende!

Comentários considerados ofensivos não serão publicados.




Diabetes mellitus é uma doença metabólica caracterizada por um aumento anormal do açúcar ou glicose no sangue. A glicose é a principal fonte de energia do organismo porém, quando em excesso, pode trazer várias complicações à saúde como por exemplo o excesso de sono no estágio inicial, problemas de cansaço e problemas físicos-táticos em efetuar as tarefas desejadas. Quando não tratada adequadamente, podem ocorrem complicações como Ataque cardíaco, derrame cerebral, insuficiência renal, problemas na visão, amputação do pé e lesões de difícil cicatrização, dentre outras complicações. 



Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Diabetes_mellitus